Conversa com Thomaz

sexta-feira, 17 de maio de 2024

Tag: Ucrânia

A conta tá chegando, Putin!

A conta tá chegando, Putin!

Na Hora do Café
Por Thomaz Antonio Barbosa A rebelião do grupo Wagner, os mercenários de Putin, antes de ser uma sabotagem da OTAN, é  o fantasma dos estilhaços das balas que varreram do mapa o Czar Nicolau Romanov e sua família. A Rússia nunca viveu experiências democráticas, saiu do feudalismo para czarismo e deste para a mais brutal e absurda e desnecessária ditadura de Lenin e seus predecessores. Quando Putin bombardeia a Ucrânia, ele está preocupado com o seu próprio umbigo. A ameaça que o vizinho representa não vem senão da CONTAMINAÇÃO CULTURAL do ocidente, o que levaria a contrarrevolução russa, o desejo democrático que o país nunca viveu. Assim sendo, Putin busca, ao bombardear a Ucrânia, amedrontar primeiramente o seu povo, depois minar o vizinho de qualquer aproximação de...
Por dificuldade de agenda não haverá reunião entre Lula e Zelensky

Por dificuldade de agenda não haverá reunião entre Lula e Zelensky

Sem Categoria
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não irá se encontrar com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, durante a cúpula do G7 que ocorre neste fim de semana em Hiroshima, no Japão. A organização da reunião bilateral não foi possível por dificuldade na conciliação das agendas dos dois líderes mundiais. O governo brasileiro sugeriu mais de um horário, mas não houve acerto. Em entrevista, o presidente ucraniano confirmou a dificuldade. "Encontrei todos os líderes. Quase todos. Todos têm suas agendas próprias. Acho que é por isso que não pudemos encontrar o presidente do Brasil". Questionado se ficou decepcionado por não ter conseguido realizar essa reunião, Zelensky respondeu: "Acho que ele que ficou decepcionado". O G7 reúne lideranças da União Europeia e dos ...
Líderes mundiais prometem ajuda à Ucrânia

Líderes mundiais prometem ajuda à Ucrânia

Internacional
O presidente francês Emmanuel Macron, o chanceler alemão Olaf Scholz e o primeiro-ministro da Itália Mario Draghi visitaram hoje (16) a capital ucraniana Kiev. Os líderes europeus organizaram essa visita conjunta para conversar pessoalmente com o presidente Volodymyr Zelenskyi e discutir o futuro do país, que está sob ataque desde 24 de fevereiro. Durante a chegada, Macron afirmou que a visita representa “um momento importante”, e que manda uma “mensagem de união” para o povo ucraniano. O líder francês afirmou ainda que crimes de guerra foram cometidos na cidade de Irpin, na entrada de Kiev. "É uma cidade heróica, marcada pelo estigma da barbárie", disse. Assim como a cidade de Bucha, Irpin foi alvo de bombardeios intensos durante a ocupação do exército russo, em março. Os ...
Biden envia 200 milhões em armas para a Ucrânia

Biden envia 200 milhões em armas para a Ucrânia

Internacional
O presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou nesse sábado (12) que os americanos devem enviar mais US$ 200 milhões em "artigos e serviços de defesa" para a Ucrânia, como suporte no conflito contra a Rússia. A Casa Branca,  informou a medida em comunicado divulgado há pouco. Leia mais: http://G1.globo.com IImagem: Evelyn Hockstein / Reuters
Missão dos EUA, em Caracas, discute a flexibilização das sanções à Venezuela

Missão dos EUA, em Caracas, discute a flexibilização das sanções à Venezuela

Internacional
Uma missão americana esteve nesse domingo, 06, em Caracas para discutir a flexibilização das sanções impostas ao regime de Nicolás Maduro. O encontro foi uma tentativa dos Estados Unidos de separar a Rússia de seus aliados na América Latina. A conversa, apesar de ter sido em alto nível,  teve pouco progresso, mas se configura em uma grande oportunidade para a Venezuela, garantem os analistas. Imagem: Leonardo Fernandez / Reuters
Pazzuelo na Câmara Federal, Belão no Senado enquanto a Ucrânia se organiza!

Pazzuelo na Câmara Federal, Belão no Senado enquanto a Ucrânia se organiza!

Na Hora do Café
Por Thomaz Antonio Barbosa Não há quem durma com esse barulho, a renovação tão alardeada que o Brasil experimentaria na era Bolsonaro, a cada dia nos arrepia mais os cabelos. Já no Leste europeu a Ucrânia parece encontrar o caminho da maturidade democrática e com ele, o fim da escravidão russa. Pazzuelo O ex-ministro da saúde Eduardo Pazzuelo, entrou para a reserva remunerada do Exército Brasileiro para disputar a eleição à Câmara Federal, concorrendo pelo Rio de Janeiro. Belão Na dança das cadeiras, o deputado estadual amazonense Belarmino Lins, o Belão, poderá ser mais um a concorrer ao Senado, onde já estão confirmados Artur Neto, Omar Aziz e Coronel Menezes. Ucrânia O presidente ucraniano,  Volodymyr Zelensky, anunciou uma coalizão militar interna...
Perdemos a humanidade?

Perdemos a humanidade?

Opinião
Por Antonio Fonseca* No lumiar deste abençoado dia, recebemos a triste noticia de uma guerra.  A Russia invadindo a Ucrânia. O motivo, sabe-se lá quais são, jamais justificarão tamanha violência contra as crianças, mulheres, idosos, enfim, contra o ser humano que vai ter que fugir para outros países em busca de abrigo, fazendo, assim, nascerem mais campos de refugiados, fazendo, assim, nascerem mais miséria, dor e fome.  É desumana tamanha violência contra a população ucraniana. Ação que não leva em consideração vidas, ação que fere a dignidade humana, que destrói, além das coisas materiais, destrói a alma, destrói toda uma vida. Mas, pergunto: essas tais lideranças estão preocupados realmente com as pessoas?    Atrevo-me até a responder, não! A vida para essas tais “lideran...
Putin autoriza bombardear a Ucrânia

Putin autoriza bombardear a Ucrânia

Internacional
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, autorizou às 23h57 (hora de Brasília) desta quarta-feira (23) uma operação especial em Donbass, no leste da Ucrânia. Putin disse que “os conflitos entre a Rússia e as forças ucranianas são inevitáveis, é apenas uma questão de tempo”. Ele afirmou que seu país não pode tolerar o que chama de "ameaças da Ucrânia" e alertando contra a interferência estrangeira. O presidente russo disse às forças ucranianas que deponham as armas e voltem para casa, de acordo com as agências de notícias estatais RIA-Novosti e TASS. Pouco após o anúncio de Putin, começaram relatos na imprensa de sons de explosões e artilharia nas cidades ucranianas de Kharkiv e Kiev. Centros de comando militar nessas duas cidades foram atacados com mísseis, segundo disse u...