Conversa com Thomaz

sexta-feira, 17 de maio de 2024

Tag: Pastoral do Migrante

Semana do Migrante chama a atenção para a acolhida e integração dos residentes e refugiados no Brasil

Semana do Migrante chama a atenção para a acolhida e integração dos residentes e refugiados no Brasil

Brasil
Está acontecendo no período, entre os dias 18 a 25 de junho de 2023,  a 38ª Semana do Migrante, neste ano sua abordagem vem em consonância com a Campanha da Fraternidade, tema: “Migração e Soberania Alimentar” e lema: “Pátria é a Terra que lhe dá o pão”, frase de São João Batista Scalabrini. Em Manaus a abertura da Semana do Migrante foi realizada na Igreja Nossa Senhora dos Remédios, dia 18 de junho, às 10h, com missa presidida pelo Cardeal Leonardo Ulrich Steiner, arcebispo metropolitano, com a presença de migrantes venezuelanos, haitianos, cubanos e peruanos. Segundo a Irmã Inês Facioli, da Congregação das Irmãs Scalabrinianas que atua no apoio aos migrantes na Paróquia dos Remédios: "A realização da Semana do Migrante em nosso país, em nosso estado e muni...
Ministério da Justiça cria grupo para elaborar política nacional para migrantes

Ministério da Justiça cria grupo para elaborar política nacional para migrantes

Justiça e Cidadania
O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) criou um grupo de trabalho para elaborar uma política nacional de migrações, refúgio e apatridia, quando as pessoas não têm sua nacionalidade reconhecida por nenhum país. A portaria criando o grupo, que será coordenado pela diretora do Departamento de Migrações, da Secretaria Nacional de Justiça, Tatyana Friedrich, foi publicada hoje (23) no Diário Oficial da União (DOU). O grupo terá 60 dias para concluir os trabalhos, que será conduzido no debate da regularização migratória, integração local, promoção e proteção de direitos, combate à xenofobia e ao racismo, participação social e relações internacionais e interculturalidade. O diagnóstico final será entregue ao ministro da Justiça, Flávio Dino, e deverá ser submeti...
Brasil mantém tratamento discriminatório a cidadão venezuelano

Brasil mantém tratamento discriminatório a cidadão venezuelano

Opinião
Mary Andrade, advogada, representante MATI no Amazonas Brasil ganha presidência do alto comissariado das nações unidaspara refugiados como reconhecimentopela “operação acolhida”, mas confere tratamentodiscriminatório para migrantes venezuelanos durante apandemia. Mary Jane Faraco de A. Lopes* No dia 09.10.2020, o Brasil foi eleito para presidir o comitê executivo da ACNUR, o alto comissariado das Nações Unidas para refugiados 2020-2021, com a escolha da diplomata Maria de Nazareth Azevedo, embaixadora do Brasil em Genebra, pelo bloco de países latino-americanos. O fato levou o governo brasileiro, através de seu chanceler Ernesto Araújo, a festejar “a conquista”, que se deveu, essencialmente, às ações executadas através da “operação acolhida” nos estados de Roraima e Amazonas e qu...