Conversa com Thomaz

segunda-feira, 3 de outubro de 2022

Tag: Bolsonaro

Lula cresce para 47% e Bolsonaro estaciona em 31%

Lula cresce para 47% e Bolsonaro estaciona em 31%

Sem Categoria
A pesquisa Ipec divulgada nessa segunda-feira (19) mostra o candidato Luiz Inácio Lula da Silva com 47% das intenções de voto, enquanto Jair Bolsonaro (PL) se mantém estacionado com 31% na corrida eleitoral.  Outro indicador, o BTG/FSB, mostra que o ex-presidente Lula sobe para 44%, enquanto Jair Bolsonaro permanece com 35% das intenções de voto. Os dois certames indicam crescimento do ex-presidente Lula em detrimento a um Bolsonaro estagnado. Esse fato revela indícios fortes de que a eleição pode ser decidida no primeiro turno. Amazonas No Amazonas os estudos apontam para um reviravolta de Eduardo Braga no interior do estado, com chances reais de Wilson Lima ficar fora do segundo turno. No senado a vaga está a cada dia mais cristalizada com Omar Aziz. O cand...
Auxílio Brasil não melhora campanha de Bolsonaro, a diferença é 12% para Lula

Auxílio Brasil não melhora campanha de Bolsonaro, a diferença é 12% para Lula

Na Hora do Café, Política
Mesmo após o início do pagamento do Auxílio Brasil s distância de Bolsonaro em relação ao ex-presidente Lula ainda é de 12 pontos. A pesquisa Ipec/TV Globo divulgada nessa segunda-feira, 15, mostra Bolsonaro com 32%. Lula tem 44%. A equipe de campanha de Bolsonaro previa que o presidente ultrapassaria Lula nas pesquisas até o mês de junho. Depois, seria até o fim de julho. Por último  contavam com uma reação agora com o início dos pagamentos do Auxílio Brasil, nada disso aconteceu, a diferença está cristalizada em 12%. O desespero toma conta do Planalto. Bolsonaro vai queimar seu último cartucho no dia 7 de setembro, um tiro que deverá sair pela culatra. Imagem: Divulgação
Bolsonaro, as sandices de um presidente em apuros!

Bolsonaro, as sandices de um presidente em apuros!

Na Hora do Café
Por Thomaz Antonio Barbosa É a primeira vez na história que um presidente da República reúne representantes mundiais para falar mal do seu próprio país. Pois, Jair Bolsonaro fez isso. As sandices desse senhor ganharam uma dimensão global depois da reunião com os embaixadores em Brasília. O presidente se prestou ao papel de convocar a diplomacia internacional para atacar, difamar, tentar destruir o sistema eleitoral brasileiro. Ele foi frio, ardiloso, mesquinho, baixo. O menino mentiroso fazendo chantagens emocionais para tentar ganhar o apoio dos coleguinhas para virar um jogo que ele vai perder. Bolsonaro provou o que não mais precisava, a forma é maior que o indivíduo, o traje de presidente do Brasil não lhe serve, nada no Planalto lhe cai bem. O que aconteceu de positivo ...
Presidentes do STF, TCU e STJ não vão ao evento de Bolsonaro

Presidentes do STF, TCU e STJ não vão ao evento de Bolsonaro

Política
O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, a presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), Ana Arraes, e o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Humberto Martins, não vão comparecer à reunião do presidente Jair Bolsonaro (PL) com embaixadores na 2ª feira (18.jul) sobre o processo eleitoral. Fux não estará em Brasília na data do evento, quando assume, ainda, o plantão da Suprema Corte. O anúncio da reunião com diplomatas foi feito por Bolsonaro em live nas redes sociais. Ele informou que o tema discutido serão as eleições de 2014 e 2018,  que pretende “explicar para eles o que aconteceu” nas votações e que a reunião será “algo técnico". Leia mais no texto original: (https://www.poder360.com.br/governo/chefes-do-stf-tcu-stj-e-tse-nao-irao-a...
PEC Kamikaze é aprovada em 1º turno

PEC Kamikaze é aprovada em 1º turno

Política
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 12, em 1º turno, o texto-base da "PEC Kamikaze" que concede uma série de benefícios sociais às vésperas das eleições e somente para este ano. Entre outros pontos, a PEC, discutida a menos de três meses das eleições, aumenta o valor do Auxílio Brasil, amplia o Vale-Gás e cria um "voucher" para os caminhoneiros. Os benefícios acabam em dezembro deste ano. O placar do texto-base foi de 393 votos favoráveis e 14 contrários, em primeiro turno. No início da sessão, a internet e o sistema de votação da Câmara apresentaram inconsistências e o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), pediu que os deputados fossem ao plenário. Após a votação do primeiro turno, Lira suspendeu a sessão e disse que a Polícia Fede...
Cresce o ódio e a intolerância política no Brasil de Bolsonaro

Cresce o ódio e a intolerância política no Brasil de Bolsonaro

Na Hora do Café
Por Thomaz Antonio Barbosa O Brasil vive os seus piores dias, o ódio e a intolerância política chegaram ao limite extremo, saiu das redes sociais, das rodas de conversas e chegou às vias de fato. O que aconteceu em Foz do Iguaçu tem nome, o bolsonarismo truculento e irracional que se espalhou pelo país. É intolerável que um indivíduo, pai de família, seja assassinado na comemoração do seu aniversário pelo simples fato de fazer uma alusão ao partido político e ao candidato que apoia, no tema. Essa doença está destruindo o país, o mais grave é que isso não vem somente dos partidos conservadores, também vem de dentro das igrejas, embalado por um coro de fanáticos sedentos por vingança. O Brasil precisa botar um freio nesse sentimento que tem dividido a pátria, famílias...
Cresce a rejeição dos militares, diminui a dos partidos políticos

Cresce a rejeição dos militares, diminui a dos partidos políticos

Brasil
A desconfiança da população brasileira em relação às Forças Armadas cresceu dez pontos percentuais entre 2018 e 2022, segundo a pesquisa de opinião pública "A cara da democracia" do Instituto da Democracia. Mesmo assim, o saldo ainda é positivo: 70% dos brasileiros têm algum nível de confiança nos militares. As Forças Armadas ganharam espaço no governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) quando militares passaram a ocupar cargos de alto e baixo escalões. Bolsonaro repete que é o "chefe supremo" das Forças Armadas e, recentemente, afirmou que ele e as Forças Armadas não farão "papel de idiota" nas eleições deste ano. No fim de 2021, os militares começaram a questionar o sistema eletrônico de votação. Foram 88 questionamentos, além de sugestões de mudanças n...
Presidente de Portugal se reúne com Lula em SP e causa ciúmes em Bolsonaro

Presidente de Portugal se reúne com Lula em SP e causa ciúmes em Bolsonaro

Política
A ciumeira aconteceu devido ao do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, que veio ao Brasil para a celebração do centenário do primeiro voo transatlântico Portugal-Brasil, ter se encontrado com o ex-presidente Lula, neste domingo, 3, em São Paulo. É que Marcelo Rebelo tinha uma agenda oficial com o presidente Bolsonaro, na segunda-feira, 04, em Brasília. Por ter se encontrado primeiro com Lula, Jair Bolsonaro desmarcou a agenda com o presidente português. O fato constrangeu o mundo da política e causa sérios prejuízos à imagem internacional do Brasil. Rabelo, apesar da deselegância do presidente do Brasil, disse que partirá para um plano "B" e ficar mais um dia em São Paulo. Imagem: Ricardo Stuckert / Instituto Lula / Divulgação ...
Fome  e desalento na fila do osso impactam eleições de 2022

Fome e desalento na fila do osso impactam eleições de 2022

Opinião
Por Ademir Ramos* Os Bolsonaristas  apostam em fisgar o povo pela boca, transformando o Auxilio  Brasil no voto de cabresto, no Amazonas não é diferente.Quem vai as feiras e supermercados tem se deparado com depoimentos de pessoas falando de suas dificuldades para combater a fome, o abandono social e o desalento. A fila do osso, da pele, do pé de galinha e dos miúdos de peixe e carne tem sido recorrente. A fome gritante que bate à porta dos brasileiros, em particular dos Amazonenses, tem sido mórbida, acelerando mais ainda a desigualdade social, a violência, a  discriminação e o preconceito. Indicadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em consonância com os padrões do Banco Mundial, dão conta que mais de 13,5 milhões de pessoas encontram-se e...
STF decreta sigilo em inquérito sobre suposta interferência de Bolsonaro no escândalo do MEC

STF decreta sigilo em inquérito sobre suposta interferência de Bolsonaro no escândalo do MEC

Sem Categoria
Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu decretar sigilo no inquérito que apura suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na investigação de corrupção no Ministério da Educação. Agora, a ministra Cármen Lúcia, que é relatora, deve pedir uma manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre o caso. O caso foi devolvido da Justiça Federal para o STF após a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) apontarem indícios de que o presidente Jair Bolsonaro pode ter atuado para atrapalhar as investigações. Segundo o MPF, há indícios de que Bolsonaro alertou o ex-ministro Milton Ribeiro, que é investigado, de que ele poderia ser alvo de busca e apreensão. Por causa do foro privilegiado do presidente Jair Bolsonaro, o Supremo terá que analisar se a investigação ...
PF manda prender Milton Ribeiro ex-ministro de Bolsonaro

PF manda prender Milton Ribeiro ex-ministro de Bolsonaro

Giro de Notícias
A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (22) uma operação que tem como alvos o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e pastores suspeitos de montar um gabinete paralelo para liberação de verbas dentro do MEC. A PF investiga Ribeiro por suposto favorecimento aos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura e a atuação informal deles na liberação de recursos do ministério. Há suspeita de cobrança de propina. Leia mais: http://g1.globo.com Crédito da Imagem: Alan Santos/PR
Pesquisa mostra a goleada de Lula sobre Bolsonaro em Minas Gerais

Pesquisa mostra a goleada de Lula sobre Bolsonaro em Minas Gerais

Política
Por Matheus Leitão Desde a redemocratização do país, três coincidências são certas quando são contabilizados os votos das eleições presidenciais: o vencedor do pleito sempre ganhou em Minas Gerais, em Alagoas e no Amazonas com uma porcentagem muito semelhante à do restante do país, como se esses estados sempre espelhassem o resultado nacional. Isso pode ser dito por Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso, Lula, Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro. Ou seja, por governantes de esquerda, de centro, da centro-direita e até da extrema-direita. Mas em um desses estados, a coincidência dos números salta os olhos, para não dizer que é inacreditável. Como mostrou o jornal Folha de S.Paulo nesta segunda, 20, se compararmos os votos para presid...
Indígenas de várias etnias fazem buscas por Bruno e Dom

Indígenas de várias etnias fazem buscas por Bruno e Dom

Amazônia
Indígenas de diferentes etnias têm guiado as equipes oficiais integradas por homens da Polícia Federal, Exército e Marinha nas buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista Dom Phillips, desaparecidos no Amazonas. O grupo de indígenas, que faz uma investigação por conta própria, foi responsável por achar os pertences dos dois e também por encontrar o barco de Amarildo da Costa Oliveira, o "Pelado", investigado pelo desaparecimento. Em seguida, as autoridades foram informadas. Nesta quarta-feira (15), as buscas completam 11 dias. Os indígenas começaram as buscas pelos dois no dia do desaparecimento, em 5 de junho. Eles chegaram a montar um acampamento flutuante e itinerante na região onde Bruno e Dom foram vistos pela última vez Imagem: Roney...
Bolsonaro deixa Wilson Lima no vácuo

Bolsonaro deixa Wilson Lima no vácuo

Política
(Por Thomaz Antonio Barbosa ) O desembarque do presidente em Manaus foi, quem sabe, a cena mais hilária da história da vida pública de um governador do Amazonas. Bolsonaro simplesmente deixou o Wilson Lima no vácuo e foi se juntar aos seus pares. O presidente mal deu as horas, abandonando o desprestigiado e estranho no ninho Wilson Lima de mãos esticadas para primeira dama. A exemplo do marido, Michelle Bolsonaro, também foi econômica com o dançarino. Apesar de está gastando todo o dinheiro do estado com articulações políticas para tentar sua reeleição, Wilson Lima não decola na pesquisa. Há quem diga que ele comprou lideranças frágeis, de primeira hora, o que vai dissipar no decorrer do processo. Queira ou não, as alianças não estão definidas no Amazonas e o diferencia...