Conversa com Thomaz

sábado, 13 de julho de 2024

Toda neutralidade é nociva e condenável

Por Thomaz Antonio Barbosa

Toda neutralidade é nociva, ela garante a manutenção do estado de coisas e isso hoje ajuda Wilson Lima e Bolsonaro. Eu não posso me dar o prazer de ser neutro diante da falta de oxigênio nos hospitais da rede pública do Amazonas,  da morte cruel de pessoas inocentes nas UTIS, dos respiradores superfaturados adquiridos em uma loja de vinhos em detrimento ao bem-estar da população do meu estado.

Em nenhuma hipótese eu assumiria uma posição de neutralidade diante do negacionismo de Bolsonaro durante a pandemia, do deboche com as vítimas agonizantes,  do escárnio, da indiferença com as mais de 600 mil mortes de brasileiros inocentes e abandonados nas unidades de saúde do país inteiro.

Toda neutralidade é condenável, pois dela decorre a criança de rua, a fome, o abandono, o desemprego, o analfabetismo,  o preconceito social e racial,  a homofobia, a xenofobia, a mais profunda, absurda e absoluta miséria humana no campo e na cidade.

O Brasil de brancos, negros, índios e mesticos, o Amazonas de caboclos, a pátria de meus pais, avós e filhos,  exige que eu desça do meu personalismo, me dispa de qualquer tipo de egocentrismo,  do puritanismo leviano e me iguale a todos os mortais dessa terra que desejam e lutam por justiça e dignidade.

A minha posição é de derrotar Bolsonaro nas ruas e dizimar sua receita de maldades e seus soldadinhos de chumbo; na mesma esteira, destituir Wilson Lima de todos os poderes que detém no Amazonas.

Faremos isso nas urnas, porém a luta começa em casa, na escola, no trabalho, invade as ruas e contagia o Amazonas e o país inteiro. Jamais fecharia os olhos  às vítimas da pandemia, aos humilhados desse Brasil gigante,  aos famintos e aos desempregados. As minhas conquistas sempre foram o resultado dos esforços de muita gente,  ninguém vence sozinho uma batalha, portanto,  é meu dever retribuir.

Por fim, é hora de gritar fora Wilson Lima e com ele, Bolsonaro,  o maior de todos os covardes da pátria. Vamos varrer do Amazonas e do Brasil essa corja de ditadores sanguinários que empobrecem o nosso país, que excluem, que maltratam gente humilde, a vontade do povo prevalecerá!!!

*Thomaz Antonio Barbosa é Contador, Comunicador e especialista em Marketing; foi candidato a vice-governador na chapa de Israel Tuyuka 2022, Psol-AM.

3 Comments

  • Ekdon de Melo

    Parabéns pela decisão camarada, ninguém será um lider de transformação se omitindo de tomar decisões dificeis em momentos dificeis. Ninguém transforma uma realidade perversa, se escondendo atraz da neutralidade. Um líder só tem importância, se apontar caminhos que conduza os seus liderados para um lugar seguro. Tamo Junto. Você me reoresenta! Abraços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *