Mulheres empreendedoras dão dica de como driblar a inflação

Depois de lidar com a crise causada pela pandemia do coronavírus e com meses de portas fechadas ou sem trabalho, pequenos empresários e profissionais autônomos enfrentam um novo problema: a inflação, que ficou em 0,87% em agosto e chegou a 9,68% no acumulado em 12 meses.

Levantamento “Retrato dos rendimentos e horas trabalhadas durante a pandemia” do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) aponta que os trabalhadores por conta própria foram os mais afetados pela crise provocada pela Covid-19, mas são também a categoria que se recupera com melhor desempenho este ano.

No segundo trimestre de 2021, o rendimento do trabalhador por conta própria teve um aumento de quase 20% em relação ao mesmo período do ano passado, no auge da pandemia. Ainda assim, esse valor representa 94% do que o autônomo habitualmente ganhava no pré-pandemia.

Pesquisa

De acordo com Sandro Carvalho, economista autor da pesquisa, o mercado de trabalho recuperou seus movimentos tradicionais com a vacinação, mas em um nível abaixo do que era em 2019. Nas próximas semanas, haverá abertura de vagas e oportunidades para autônomos e empreendedores por conta das festas de fim de ano”, ponderou.

Vamos começar 2022 no ritmo que estamos agora. Não devemos recuperar o ritmo da pré-pandemia porque dependemos de dinheiro circulando. E isso vale tanto para profissionais registrados, quanto para autônomos e pequenos empresários”, disse Carvalho.

Sandro Carvalho, Economista Ipea.

Cenário de instabilidade

Deacordo com Giovanni Beviláqua, analista da Unidade de Capitalização e Serviços financeiros do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), “diante ddessas incertezas, os donos de pequenos negócios precisam de muita organização e jogo de cintura para negociar com fornecedores, controlar gastos e diminuir os repasses dos custos para seus clientes“.

Leia mais: g1.globo.com

Imagem: G1 Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *