Conversa com Thomaz

domingo, 5 de maio de 2024

Manaus, antro bolsonarista

Por Jadir Augusto*

Manaus, um dos principais centros urbanos e  industrial do Brasil e da América Latina é uma cidade bolsonarista.

Essa constatação é real, pois Bolsonaro teve mais de sessenta porcento dos votos na cidade e seu compadre, candidato a senador, um neófito na política, coronel Menezes, mais de cincoenta porcento dos votos na capital, nas últimas eleições. Ele é uma força latente.

Entendo que por sua capacidade de transferência de voto, seu candidato estará no segundo turno nas eleições municipais de 2024 para prefeito de Manaus.

Minha avaliação é crua e desfeita de identidade ideológica. Assim, defendo que haja uma unidade na defesa de que a candidatura de centro-esquerda que passar para o segundo turno, nas eleições majoritárias municipais de Manaus, seja apoiada pelos demais campos no segundo turno, para que assim possa ser vitoriosa.

A desconstrução da força ideológica bolsonarista no Brasil passa necessariamente por Manaus.

A esquerda não pode se  fazer de cega e surda acerca das eleições municipais de Manaus, se isso ocorrer será um erro crasso, pois 2026 será decidido em 2024. Só cego não enxerga isso, dada a polarização ideológica entre entre Lula e Bolsonaro, que grita no Brasil.

* O autor é Administrador, articulista político e cidadão amazonense e manauara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *