Conversa com Thomaz

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Rocambole de Pirarucu com um toque exclusivo de Mary Faraco

A receita de hoje é de autoria de Mary Faraco de Andrade, enviada com exclusividade para a coluna “Odores & Sabores”. Ela é uma renomada advogada trabalhista, apaixonada pela gastronomia regional, que gosta de cozinhar aos finais de semana.

Nascida em Santarém, no estado do Pará, Mary Faraco herda muito bem a alquimia da tão vasta culinária amazônica.

Mary Faraco de Andrade em seu escritório, no Vieiralves.

Para Mary, cozinhar é mais do que um hobby, é preservar os saberes, os paladares e a cultura regional em sua essência.

Hoje Mary Faraco nos apresenta o saborosissimo Rocambole de Pirarucu, com uma pitada toda sua, o que traduz com muita propriedade a alquimia de sabores Amazonas-Pará.

Na receita ela introduz com muita maestria a castanha da Amazônia, o que torna o prato autoral, o paladar mais consistente e extremamente regional.

A receita

Os ingredientes são o filé fresco de pirarucu , jambu, castanha da amazonia e limão.

O filé é aberto em espiral e temperado de véspera com pimenta e cominho, alho, gengibre, páprica picante , colorifico e condimentos adicionais ao gosto de cada um.

Modo de preparo

Porção do Rocambole de Pirarucu ssrvida.

O preparo é simples, basta colocar o recheio das folhas do jambu e sal, e enrolar o filé em forma de rocambole e fazer a amarração com barbante; empanar com a castanha da amzonia triturada e em seguida levar ao forno quente 180 graus, regado com bastante azeite de oliva, em forma aberta, por 30 minutos, aproximadamente.

Servir

Então, é montar a mesa e servir com a bebida de sua preferência, aconselhável suco de frutas regionais como o aracá-boi ou cupuaçu ou acompanhado de um impagável vinho verde, branco, maduro, da região de Alvarinho, Portugal.

Bom domingo, bom apetite!


Imagem: Acervo pessoal da autora

Istagram: https://instagram.com/maryandrade4836?igshid=1b5970vo82hsy

Galeria de fotos:

Aracá-boi em sua vivenda particular
Em audiência trabalhista virtual, com migrante venezuelana.


2 Comments

  • Claudia Bastos

    Bom dia,
    Adorei a receita. Deve ser uma delícia ja que os ingredientes são maravilhosos. E falo com conhecimento, pois a cozinheira costuma superar as expectativas.
    Afinal, já tive a oportunidade de provar outras receitas da mesma pessoa, minha amiga Mary Faraco. Parabéns!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.