Conversa com Thomaz

quarta-feira, 10 de julho de 2024

O Lula calado é um poeta razoável

Por Thomaz Antonio Barbosa

Qualquer indivíduo sensato sabe que é preciso tirar o microfone urgentemente da boca do Lula senão quem vence a eleição no primeiro turno é o Bolsonaro. Todo dia é uma gafe nova,  uma palavra mal colocada,  um tema ácido para ser defendido em épocas eleitorais.

Para melhorar sua performance pré-campanha é preciso alfabetizar a esquerda de A a Z, no uso das redes sociais, aprender criar conteúdo e deixar de ser “mula de Internet” do atual presidente que, diga-se de passagem, se diverte dos adversários todos os dias quando posta suas peças publicitárias para eles reproduzirem,  compartilharem, que no afã de combater, divulgam suas mensagens aos seus seguidores apaixonados.

Zé Dirceu rem razão quando diz que é preciso mudar o rumo da campanha. O Lula deixou de crescer,  passando a dar combustível para o bolsonarismo que dá show nas redes sociais.

Já que o pessoal da esquerda adora fazer citação, sai por aí citando todo mundo, tem uma aqui do Paulo Corlho, guru da geração Raul Seixas:

Se o Lula continuar com essa incontinência verbal — e se não investir em comunidades sociais de maneira inteligente e profissional –, vai permitir que o atual inquilino do Planalto tenha sérias chances de reeleição”.

Paulo Coelho, escritor.

A palavra é profissionalizar, planejar antes de fazer ou dizer. De concreto é que ninguém aguenta mais um cara fazendo arminha, incentivando a violência, a tortura,  ainda vem o outro defendendo o aborto, mandando incomodar deputado em casa, enfim, que desgraça é ser brasileiro nessas horas!

O Brasil passa fome, urge crescer, debater e solucionar seus problemas; o país precisa de foco, atenção, trabalho, do jeito que está não tem como nem deve prosseguir. Precisamos renovar as esperanças, portanto, tirar o microfone da boca do Lula já é um grande começo!

Imagem: José Cruz / Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *