Conversa com Thomaz

quinta-feira, 18 de abril de 2024

A mamata acabou, mas Bolsonaro mama em tetas de leite moça

Por Thomaz Antonio Barbosa

Quem vê esse homem simples, tomando café em copo de pinga, não prevê que por trás dele se esconde um ser avarento, capaz de gastar 1,8 bi de reais do povo brasileiro em compras no supermercado.

A cesta básica desse homem inofensivo que tem a pátria acima de tudo e Deus acima de todos, inclui 2 milhões de reais em goma de mascar, 15 milhões em leite condensado, 7 milhões em bacon defumado, 4 milhões em água de coco, enfim, Bolsonaro torra 1,8 bi do país em supermercado.

Em compensação se recusa terminantemente em comprar vacina para um população que agoniza diante de uma pandemia, que finca pé em não pagar o auxílio emergencial para um país que passa fome, oxigênio para evitar o genocídio da população do Amazonas.

Bolsonaro é a síntese de um pais egoísta que busca um milagre individualizado, uma bênção exclusiva, justiça arbitrada pelo justiceiro, lei de cima para baixo.

A teta é boa, leite moça não é fresco, mas o gado é cúmplice de um genocídio administrativo que se reflete claramente na saúde da população e na economia do país.

Eis o resumo abaixo na ilustração:

Imagens: Internet / Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *