Conversa com Thomaz

domingo, 5 de maio de 2024

Bolsonaristas se revestem de lulistas para disputar eleição no interior do AM

Por Thomaz Antonio Barbosa

O agente duplo está de volta, dessa vez no interior do Amazonas. Candidatos a prefeitos, bolsonaristas sectários,  estão migrando para a esquerda, visando se nutrir do capital político do presidente Lula para vencer a eleição e erradicar o lulismo no estado.

Parece absurdo, mas não é, vale tudo para os camaleões do bolsonarismo chegarem ao poder e enfrentar o lulismo em 2026. Orar para pneu é pouco, no interior do estado os fascistas estão usando até camisa vermelha.

É que o Lula venceu Bolsonaro de forma acachapante em 2022, se consagrando como detentor da maior parte do eleitorado no interior do Amazonas. Portanto, é impossível vencê-lo em um confronto direto, então, a tática é unir para depois derrotar.

Assim  ressurge um personagem controverso, o agente duplo, aquele que pertence a certa organização, vai para rival fingindo espionar a primeira, mas a intenção é espionar a segunda. Com o poder das duas pontas ele favorece a de origem.

Essa é a tática para destruir o lulismo no interior do Amazonas.

Pior de tudo é que o partido do presidente, o PT, fica a cavalheiro, a extrema-direita cresce por dentro, dormindo em lençóis perfumados do lulismo, inventa, se reinventa, desce a avenida tocando o bumbo, enquanto a esquerda, da varanda, observa a banda passar.

Imagem: Sérgio Lima/AFP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *