Conversa com Thomaz

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Documentos apontam planos da Argentina invadir a Venezuela em 2019

Um portal argentino divulgou, no domingo 14, um suposto plano de invasão à Venezuela gerido pelo governo do ex-presidente Maurício Macri, da Argentina, em 2019. O projeto se deu por meio de um exercício militar com o nome de Puma, entre abril e julho daquele ano.

De acordo com o site El Cohete a la Luna, o Exército realizou o exercício sob o comando do general Juan Martín Paleo, que é chefe do conjunto das Forças Armadas desde março de 2020. Segundo o site, a investigação está baseada em relatórios vazados da inteligência militar argentina.

O plano coincidiu com o período em que a Casa Branca, então chefiada por Donald Trump, decidiu reconhecer Juan Guaidó como autoproclamado presidente interino da Venezuela. Na época, Macri anunciou apoio a Guaidó nas redes sociais e clamou por “democracia” na Venezuela.

O veículo informou que a primeira sessão conduzida por Paleo ocorreu em 15 de abril de 2019, dias antes da Operação Liberdade, liderada por Guaidó para se anunciar como novo chefe de Estado no lugar de Nicolás Maduro.

No exercício Puma, havia três alternativas de vias para invadir a Venezuela. A primeira era pelo “Marítimo del Mar Argos”, ao norte do mar do Caribe; a segunda, pela fronteira com o Brasil, no estado de Roraima; e a terceira, pela fronteira com a Colõmbia, na cidade de Cúcuta.

Leia mais: http://cartacapital.com.br


Imagens: Michele de Mello

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *