Conversa com Thomaz

quinta-feira, 18 de abril de 2024

Padilha classifica como “contrabando” o caso das joias de Michelle Bolsonaro

O  ministro-chefe das Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha (PT), pediu neste sábado (4) que os envolvidos nas tentativas de liberação irregular das joias de Michelle Bolsonaro (PL) apreendidas pela Receita Federal sejam punidos.

O ministro classificou a tentativa de entrada dos bens no Brasil por meio de um ex-assessor do ex-ministro Bento Albuquerque, de Minas e Energia, como “contrabando“.

Alexandre Padilha deu a declaração após participar de um evento do consórcio de governadores do Sul e Sudeste do Brasil, no Rio de Janeiro. O governo do ex-presidente Jair Bolsonaro tentou trazer ao Brasil, de forma irregular, joias com diamantes avaliadas em R$ 16,5 milhões.

“Todos os responsáveis por essa tentativa de ato ilegal têm que ser fortemente punidos. E dizer que que nada nos surpreende em relações às ilegalidades cometidas pelo ex-presidente que fugiu do país“, afirmou Padilha.

Leis mais: http://g1.globo.com

Imagem: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *