Conversa com Thomaz

terça-feira, 4 de outubro de 2022

AMISM realiza Assembleia para mudança de estatuto e escolha da nova diretora

Aconteceu neste domingo, 04, a Assembleia Extraordinária da Associação das Mulheres Indigenas Sateré Mawé – AMISM, tendo como pauta a atualização do Estatuto e eleição da nova diretoria.

Na parte da manhã a Assembleia fez a aprovação do Estatuto; à tarde aconteceu a eleição, em chapa única, onde foi aclamada para mais quatro Sônia da Silva Vilacio, co coordenadora.

Segundo ela a associação “é importante na defesa de nossos direitos das mulheres, na revitalização e preservação da nossa cultura em Manaus, nossa língua materna, a autoestima e na afirmação como indígena”.

Quanto à sua gestão ela disse que “é preciso dar continuidade ao legado que dona Zenilda, que fundou a associação e coordenou até o final de sua vida, deixou. Também fortalecer e avançar com o trabalho que é preservar e manter a nossa identidade indígena” finalizou.

É preciso que a gente se engaje nos movimentos, participe dos atos importantes para o país e nosso povo, das caminhadas; se qualifique no empreendedorismo, já que sabemos escrever um projeto, temos conhecimento, cursamos universidade, temos que avançar. Nosssa principal missão é estreitar o contato com as mulheres da base e fortalecer as daqui e as de lá. Quando regular o CNPJ será possível fazer novos projetos para contemplar mais pessoas”.

Samela Sateré Mawé

Nos discursos não foram poupadas críticas ao governo federal, onde o retrocesso nas questões indígenas foram o eixo das falas. Também foram lembradas as vítimas do Covid-19 e a importância das crianças.

“Eu digo às mulheres que passem para seus filhos sua cultura, sua tradição, terem orgulho de ser o que são, Sateré Mawé, guerreiros Sateré Mawé. São eles que vão levar pra frente nossa cultura; ensinar a eles comer comida do mato, o sapó, o mingau. Somos nós mulheres que vamos ensinar a eles, somos nós mulheres que vamos derrubar o Bolsonaro”

Sônia Regina Emy Sateré Mawé

O evento aconteceu no Centro do Empreendedor Indígena, Yandé Muraki, na Rua Monsenhor Coutinho, 259, centro de Manaus.

Galeria:

Em exposição no Centro Yandé Muraki
Em exposição no Centro Yandé Muraki
Em exposição no Centro Yandé Muraki

Imagens: conversacomthomaz.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.