Conversa com Thomaz

quinta-feira, 18 de abril de 2024

Criança de 5 anos da etnia sateré-mawé é estuprada e morta no Amazonas

Uma criança de 5 anos de idade, da etnia sateré-mawé, foi estuprada e morta na comunidade Nova Vida. Ana Beatriz morava em uma aldeia indígena é próxima ao distrito de Ponta Alegre, no município de Barreirinha, a 330 quilômetros de Manaus, capital do Amazonas.

A senhora Taiane Silva Rayol, 25 anos, mãe da vítima, contou que se encontrava em casa dormindo com as duas filhas e que, por volta das 2 horas da madrugada a rede da filha estava vazia.

O médico do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), Rafael Lopes, afirma que a menina apresentava laceração vaginal. Além disso, apresentava hematomas no pescoço e boca e que, após ser estuprada, foi morta por estrangulamento.

Ainda não há informação sobre o autor dessa barbárie. O corpo da criança seguiu na manhã desta terça-feira (24) para sua comunidade onde será sepultado.

Leia mais: Blog Tadeu de Souza

Imagem: Amazônia Real / Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *